Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cardilium

Cardilium

O que sobra ?

O que sobra ?

Do alto, a Berlenga desnudou-se num aceno antecipado de despedida. Os sóis violaram as nuvens rasgando-as. O mar espraiado acariciado de brilhos, agraciou a despedida com vida.

O que resta e o que sobra, é o respeito mesclado com saudade.

O coveiro tem na cara a cor da terra e as covas da vida. Os amigos têm a cor do céu, como os teus olhos emprestaram ao teu sorriso decifrado, momentos.

Não sei se existe uma última morada ou primeira, se existe por aí solta a liberdade de um adeus que vou partir, ou um ate já amigos.

Do alto deste morro sossego neste horizonte de luz. Abraço amigo.