Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cardilium

cardilium

Escrever é inventar-me de sonhos.

Escrever diz me tanto, tão mais do que palavras ditas de incongruência de um sentido duvidoso. Escrever adequa me e ajusta-me à verdadeira forma não dita de um conteúdo adivinhado, carente e obvio.

Hoje, por motivos não descritos, é realmente o dia mais importante que tenho. Apenas porque não tenho outro e este não se repetirá, perpetuar-se-á em todo o futuro.

Desejo agora um mar de afecto à minha frente, um livro, café, e tu doida inventada por mim dançando descalça de sorriso transparente de alma.

Escrever é inventar-me de sonhos.