Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cardilium

Cardilium

Enquanto isso, cheiro a camisa por lavar!

Temos de adiar o desassossego, disse-me ela numa voz que imaginei sorridente e ao mesmo tempo desavinda com o tempo.

Desassossego é a inquietação que o tempo não me retira. Adiar, é prolongar este sentir que eu sonho manter, nos passos dados nas noites que se tornaram desencontros esperados.

Adio semanas pela próxima valsa, retardo horas pelo próximo olhar, prolongo minutos pelo abraço seguinte.

Já este desassossego não tem tempo. Não posso adiar. Não posso antecipar. Não o consigo manter dentro do tempo, enquanto elaboro estratégias de negociação, margens, lucros, deve e haver, modelos de negócio, estudos de mercado e, nada adia nem confirma o que se pressupõe protelar.

Roubas-me anos à idade e fico um adolescente maduro com o prazo que a idade tem.

Sinto-me mais vivo desassossegado, mas tens que me ensinar a adiar.

Talvez procrastine, assenta-me melhor.

Enquanto isso, cheiro a camisa por lavar!