Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cardilium

Cardilium

Depois as mãos também

Já não havia razão que os escutasse ou fizesse entender aquela paz clara e duradoura,

As bocas teimavam em fazer cumprir as mãos,

Depois, as mãos avançaram e entrelaçaram-se.

 

Depois, devagar, os lábios também, e mais tarde os corpos estremeceram no abraço que esperaram em todas a mil alvas madrugadas de uma paz que pernoitou.