Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cardilium

Cardilium

Da minha real altura, do meu engano tamanho.

Os solavancos da estrada que me levou até à hipérbole com que descrevo o bater deste peito ressuscitado, é a semelhança entre o caminho e a ansiedade, a diferença entre ficar sem sentir, ou arriscar partir e chegar. Descanso-me agora em frondosa e fresca paz, murmurada pelo ribeiro que me vem buscar pela mão, e me convida a subir à calma companhia de mim mesmo, na paisagem que agora me é pertença. Cheira a mato rubro e a estação viva. Ando devagar reconhecendo-me a este sonho que se vai realizando. A serra quase ali, a terra deixada para trás. Com outros olhos agora me vejo. Com outros olhos agora admiro a pequenez da grandiosidade com que me vi enganadoramente. Agora sou da minha real altura, do meu engano tamanho.