Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cardilium

Cardilium

algo de mais

Procuro algo mais,
Estou tão perto por vezes,
E quase sempre me sinto tão distante.

 

Procuro algo mais,
No silêncio, em mim,
No vento, no tempo,
Na solidão, na admiração,
No mar, no estar,
No rio, na foz.

 

Estou tão perto por vezes,
E quase sempre me sinto tão distante.

 

Não procuro nas pessoas,
O mais que eu procuro,
Aí já procurei,
Não encontrei,
Essa procura adiei.

 

Procuro algo mais que já senti,
Procuro algo mais de que não desisti,
Procuro algo mais de que já tive tão perto,

.................E que sinto em mim, quase sempre, tão distante.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.