Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cardilium

Cardilium

A Liberdade ja passou por aqui !...

 

Mais madrugadas de Abril esperançosas castradas estão a chegar. Já não há Abril. Os poetas que sonharam Abril morreram. Os que vivem cantam-no baixinho. A liberdade, o desenvolvimento, e os mares dantes navegados esvaziaram-se de conteúdo. A irreverência e as ideias já dão prisão novamente. A maré-alta já não cheira a sal. Abstenho-me de ter opinião sobre os interessados nos meus interesses. Não me perco por aí. O Abril e o Maio juntos não têm força. Foi retirada a nós, povo de brandos costumes. Esta merda da liberdade, paz, saúde, habitação, justiça, ensino, fraternidade ou igualdade nem em Baleizão existe. Alentejo feudal, as terras por cultivar. A vaidade invade o anti-sentir social em prol da marca xpto. Que saudade do cheiro a terra e das madrugadas frescas dos mercados. A primavera esta carregada de Inverno.