Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cardilium

Cardilium

Teus lábios de seda !...

Teus lábios de seda
Rosa púrpura desafiam-me.
Teu olhar claro e calmo desvia-se.
Cruzo a noite numa rota que desconheço.
Num azul de incenso baldio, inútil
Perco-me em vagas de emoções,
Na sombra que me segue.
Perseguem-me passos de vento,
Penso em morrer e nascer de novo!
Morre por dentro o passado,
O futuro é colorido quando te vejo,
Em passos lentos de dança.
Teus ombros elegantes
Sobem e descem
Em cada olhar meu
Ao teu passar.
Sento me no sofá e oiço o teu coração,
O teu respirar visceral.
A tua tez,
Os teus lábios de seda rosa púrpura
Fogem-me!....
Cheiro as estrelas
Quando o sol acorda!...
 

1 comentário

Comentar post