Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cardilium

Cardilium

havia existir também

Havia crianças e bailarinos,

tambores e noites quentes de árvores silvadas ao vento,

flautas feitas de cana-da-índia e lábios escondidos nos canaviais.

 

Havia perfumes adocicados pelas estações,

murmuradas noites grávidas de manhãs,

e manhãs embrulhadas de nós.

 

Havia mais do que o verbo haver,

havia existir também,

poente

À deriva,

só as nossas almas gerúndio da nossa estória,

estoiradas se embargam,

e em todas as madrugadas,

vou nesta desenfreada vontade, 

viver,

antes que o tempo se levante a poente.